Vidro Laminado

0

Apesar do que o nome faz parecer, por ser semlhante ao do papel laminado, o vidro laminado não possui nenhuma característica brilhante ou refletora. Sua laminação deve-se ao seu processo de produção: o material é formado por duas ou mais peças de vidro. Essas peças são intercaladas por lâminas de resina ou de Polivinil Butiral (PVB), uma espécie de filme plástico de alta resistência.

Após serem colocadas juntas, todas essas camadas são submetidas  grande calor e pressão, e aderem umas às outras. O resultado é um vidro de grande resistência e segurança.

Essas características devem-se, primeiro, às diversas camadas de material: como é mais espessa, a peça não se quebra tão facilmente. Além disso, quando danificada, o vidro não se quebra em cacos: seus fragmentos ficam presos pela película de PVB.

Por isso, quando o vidro laminado se quebra, sua estrutura se mantém quase intacta por fora. Isso permite ao indivíduo tempo mais hábil para troca da estrutura, sem que haja a necessidade imediata da ação. No entanto, é importante não adiar essa troca: a segurança momentânea não quer dizer que os fragmentos se manterão por muito tempo assim. O tempo hábil é o suficiente para, por exemplo, abrir a porta fragmentada, sair do cômodo e então solicitar a troca por um especialista.

De qualquer modo, a segurança é bem maior se comparada a outros vidros. Afinal, não haverão cacos pontiagudos pelo chão, o que aumentaria o risco de acidentes.

Vantagens do vidro laminado

Outra vantagem deste tipo de vidro é sua capacidade de isolamento acústico. Por ser um material cheio de camados, o laminado diminui a difusão de sons de um cômodo para o outro, o que o torna ideal para divisórias e janelas.

Assim, inclusive o som externo tem sua entrada no imóvel diminuída, garantindo maior conforto aos moradores.

Além de seu modelo transparente, o vidro laminado pode ser encontrado no mercado em outras cores. Como em tons coloridos, que dão ao ambiente alegria e um aspecto jovem e moderno. Ou tons mais escuros, que podem auxiliar no bloqueio da luz natural nos cômodos. Além disso, as cores tornam o vidro um bom isolante solar, protegendo os usuários dos raios nocivos UV e UVB.

Cuidados e consultoria

Apesar de todas essas características, é importante destacar que o material não é indicado para estruturas que sofrem impactos muito fortes. Como portas ou grandes janelas. Isso porque, apesar de sua resistência, as ações mecânicas podem provocar a fragmentação da estrutura. É por este motivo que para portas, janelas, boxes e outros, pode ser mais interessante utilizar o vidro temperado.

Essa decisão, no entanto, deve ser tomada com auxílio de um profissional. Analisando seu objetivo e espaço de instalação, o especialista poderá indicar o material adequado para utilização. Além disso, contar com consultoria é importante para que as corretas medições e planejamentos de corte sejam realizadas. Assim, a instalação da estrutura será mais acertada.

Desta forma, o vidro laminado é indicado para uso em fachadas, coberturas, claraboias e degraus. Ele também é ideal para guarda-corpos, ou seja, estruturas que servem como proteção em escadas, terraços, balsões, varandas e sacadas. Guarda-corpos são instaladas à meia altura, e tem como objetivo servir como barreira, evitando acidentes principalmente por quedas.

O material ainda tem alta resistência à pressão da água, podendo ser utilizados em visores de aquários e em piscinas.

Solicite seu orçamento





Leave A Reply

Your email address will not be published.